David Berry fala sobre o desejo de John por Jamie: “Você não precisa de muito para olhar para Sam com carinho.”

Kimberly Roots, 9 de abril de 2018

Se discrição for um critério importante, David Berry merece algum tipo de medalha pela nossa conversa.

O ator australiano faz o papel de Lord John Grey, um sério soldado britânico que, assim como muitos outros personagens de Outlander, sente um desejo secreto por James Alexander Malcolm Mackenzie Fraser, representado por Sam Heughan.

Spoiler Alert: livro e provavelmente também a 4a. temporada. Se não quiser saber o que vai acontecer, vá direto para as Perguntas e Respostas.

Já que a 4a. temporada vai trabalhar firme em Os Tambores do Outono, o quarto romance de Diana Gabaldon na série Outlander, é provável que vejamos Lord John (e William!) chegando nas Colônias antes do final da temporada e, graças à circunstâncias completamente fora de controle, eles ficarão por lá mais tempo do que haviam planejado. Se a série acompanhar o romance, já sabemos que Lord John também terá um papel importante em outra fase da vida de Fraser.

Mas Berry não pode dizer muita coisa sobre isso agora. São segredos de produção. Então, enquanto estávamos com ele no telefone antes do lançamento da 3a. temporada da série em Blu-ray e DVD na terça-feira, decidimos conversar sobre o segundo tópico mais importante: a maneira como ele olha para Heughan e sua opinião sobre outros momentos da 3a. temporada. Felizmente, ele aceitou muito bem.

Veja também: David Berry aceitou o papel em Outlander por causa de sua sogra

TVLINE: Eu ouvi dizer que o período entre sua audição para Outlander e as filmagens da sua primeira cena como Lord John foi incrivelmente rápido. Pelo que já deu para perceber, a 4a. temporada parece ser mais fácil?

Eu não estou certo sobre o quanto posso falar desta temporada, mas posso dizer que tudo o que aconteceu depois da minha estreia na 3a. temporada tem sido definitivamente… (Risos) Eu não acho que dá para ser mais difícil do que aquilo. Então, sim, com certeza.

Não foi fácil, mas agora consigo achar graça em tudo aquilo e acredito que isso tenha ajudado o personagem de alguma maneira. Lord John está sempre se metendo em situações para as quais nem sempre está preparado, sempre tentando manter a cabeça fora da água e só depois encontra alguma solução inteligente. Eu acho que encontrei essa solução inteligente. Pelo menos acredito que consegui manter a minha cabeça fora da água.

TVLINE: Em uma entrevista você disse que já leu muito sobre Lord John nos romances e novelas de Diana Gabaldon. Isso te ajudou a compreender melhor o personagem que você representa na 3a. temporada?

Sim. Quando o representei pela primeira vez, eu ainda não tinha lido nada sobre ele. Depois disso, li tudo o que pude e, não sei, o que eu realmente aprendi? Você sabe que tem muita coisa naquelas páginas, muita coisa é retirada dos livros. Quando você tem acesso a esse material você adquire uma compreensão dos fatos ainda maior do que o que está escrito. Eu acredito em uma coisa: essas leituras me trouxeram muita informação sobre a minha atuação na sequência das cenas do baile do Governador. Há uma interação entre John e Claire que não fez parte do episódio, mesmo assim eu quis dar um sentido àquela relação ou ser um pouquinho inspirado por ela. Aquela sensação de que há uma tensão entre John e Claire não está explícita nos roteiros, mas há um tipo de diálogo silencioso entre os três personagens, John, Jamie e Claire, e o livro me ajudou muita com essa atuação.

Veja também: 4ª. temporada de Outlander: 9 coisas que você precisa saber

TVLINE: Lord John é um homem gay que vive em uma época onde não pode assumir publicamente sua sitação. Então, parece que há tanta coisa naquilo que ele não diz, na maneira como olha para as pessoas, para Jamie mais especificamente. Você e Sam chegaram a conversar sobre a possibilidade de os seus personagens se comunicarem sem usar palavras? Vocês receberam alguma orientação nesse sentido?

Não. Eu não acho que você precisa receber instruções para olhar para Sam com afeto. (Risos) Ele é um homem lindo. E eu digo isso como um heterossexual… imagino John sentindo desejo, mas ao mesmo tempo o vejo à espera de um grande amor e eu acredito que é isso o que une as pessoas. Quando você percebe que alguém está ansioso para amar e que trata-se de uma pessoa com quem você tem muita empatia, é exatamente isso o que gosto no personagem, você não precisa de muita orientação, mas precisa se esforçar bastante para entrar nos pensamentos de um personagem como John. Acho que todos nos identificamos com essa ideia.

TVLINE: Eu amei a cena no final da temporada onde, de uma só vez, John anula a prisão de Jamie, repreende o oficial da marinha e encaminha a trama. A cena nos deu uma chance de vê-lo de forma mais imponente do que estávamos acostumados. Sei que não pode falar sobre a 4a. temporada, mas será que teremos mais oportunidades para ver esse outro lado de John novamente?

Bem, essa cena foi realmente muito interessante porque eu só tive uma noite para me preparar, e eu ficava pensando, “Oh, meu Deus, eu nunca vou me lembrar de todas as falas,” o que é frequente em Outlander. (Risos) Então, eu decorei tudo durante a noite, dei o melhor de mim e fiquei satisfeito ao ver que deu tudo certo. Provavelmene aquela cena foi um pesadelo para o editor; eu não acho que tenha uma única tomada onde fui capaz de dizer todas as falas de uma vez. Mas o melhor de tudo é que a cena passou a ideia de que John é dono de si mesmo, que possui sua própria agência e que ainda exerce algum poder. Ele não é só um homem que anseia por um amor não correspondido. Ele poderia por conta própria conseguir o melhor de todos se assim o desejasse, já que é tão poderoso.

Ele decidiu de coração proteger Jamie e ser aquele tipo de pessoa e fazer uso do seu poder, sem nunca abusar dele, nada desse tipo, para ajudar as pessoas, e essa é também uma parte do seu conflito. Acredito que o Capitão Leonard recebeu o que merecia. Acho que os fãs queriam ver aquele personagem derrotado e que tudo estava a meu favor, exceto ter que decorar as falas. (Risos)

Veja também: Cena exclusiva da 4ª temporada: Um Corpo

TVLINE: No livro 4, Os Tambores do Outono, John vem para a América. Mais uma vez, eu não vou fazer perguntas sobre isso, mas sempre me impressionou o fato de John e Jamie viverem em uma época onde não era comum manter uma amizade que atravessasse o tempo e até continentes e, mesmo assim, eles conseguem manter esse laço e ficam ainda mais próximos com o passar dos anos. Na sua opinião, como isso é possível?

Bem, eles têm uma história em comum. Acho que quando uma amizade sobrevive algum trauma ou experiência, as pessoas acabam se aproximando mais, nesse caso devido à Ardsmuit. E, é claro, Helwater, onde Jamie confia a John seu filho, William, uma excelente razão para manter contato com qualquer amigo… Eles também compartilham inteligência e honra, e a maneira como acreditam nas forças morais deste mundo, sejam elas quais forem, por mais difícil que seja viver no cruel séc. XVIII. Acho que eles têm tudo isso em comum.

… Eu tento me manter em contato com Sam o máximo possível. Acho que é justo dizer que Sam e eu temos uma amizade muito bonita e espero que ele diga o mesmo se você entrevistá-lo. É interessante se afastar das gravações de Outlander, ser eu mesmo, David. Eu consigo enxergar alguma relação entre o personagem e eu mesmo; posso imaginar, na minha mente, Sam e Cat(riona Balfe) lá na Escócia tocando suas vidas e, David, na Austrália… nós vivemos uma relação onde estamos unidos pela série e, ocasionalmente, mantemos contato um com o outro. De alguma estranha maneira, isso contribui muito com a encenação quando chegamos a algum lugar e nos encontramos, porque assim como John, você sabe, ele fica meio que entrando e saindo da vida deles e isso combina muito bem com a maneira como as coisas estão no momento.

Fonte: TVLINE

Curta nossa página no Facebook, conheça nosso grupo, Apaixonados Por Outlander, nos siga no Twitter e Instagram. Inscreva-se no nosso canal do Youtube.

 


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s