Daily Line: Jamie e Jenny

POSSUI SPOILER DO LIVRO 9 | Leia outros em Trechos da Diana

#DailyLines #Livro Nove #NãoNãoEstáTerminado #MalComecei #MantenhaACalma #JamieEJenny #EMurtagh

“Deus, que falta eu sinto daquele desgraçado,” disse Jamie impulsivamente. Jenny olhou para ele e deu um sorriso triste.

“Eu também. Às vezes me pergunto se ele está com eles agora, com a mãe e com o pai.”

A ideia deixou Jamie assustado, ele nunca tinha pensado nisso. Ele riu, sacudindo a cabeça. “Bem, se estiver, eu imagino que esteja feliz.”

“Eu espero que esteja,” disse Jenny, ficando mais séria. “Eu sempre desejei que ele pudesse ter sido enterrado com eles, em Lallybroch.”

Jamie concordou sentindo a garganta apertada. Murtagh jazia com os outros que tinham sido abatidos em Culloden, e estava enterrado em alguma cova sem identificação naquela charneca silenciosa, seus ossos misturados com os outros. Não havia nenhum memorial onde aqueles que o amavam pudessem vir e depositar uma pedra.

Jenny colocou a mão no seu braço, aquecido pelo tecido da manga.

“Não se aflija, meu irmão,” ela disse suavemente. “Ele teve uma boa morte, e você ficou com ele até o fim.”

“Como você sabe que ele teve uma boa morte?” A emoção fez com que ele falasse de forma mais rude do que pretendia, mas ela apenas piscou uma vez e manteve a mesma expressão no rosto.

“Você me contou, seu idiota,” ela disse secamente. “Muitas vezes. Não se lembra?”

Ele a olhou por um momento, sem compreender.

“Eu te contei? Como é possível? Eu não sei o que aconteceu.”

Agora era a vez dela de se surpreender.

“Você esqueceu?” ela franziu o cenho. “Bem… é verdade que você tinha estado desacordado e com febre por uns bons dez dias quando foi trazido para casa. Ian e eu nos revezamos para tomar conta de você, mais para impedir o médico de amputar sua perna do que qualquer outra coisa. Você pode agradecer ao Ian por ainda ter essa perna,” ela acrescentou enquanto acenava com a cabeça para a perna esquerda dele. “Ele mandou o médico embora; disse que sabia muito bem que você preferiria estar morto.” De repente, seus olhos se encheram de lágrimas e ela virou o rosto.

Ele a segurou pelos ombros e sentiu seus ossos, leves e delicados como os ossos de um falcão embaixo do seu xale.

“Jenny,” ele disse suavemente. “Ele não queria morrer. Acredite. Eu, sim … mas não ele.”

“Não, ele queria no início,” ela afirmou e engoliu em seco. “Mas você não o deixava ir, foi o que ele disse, e ele também não queria deixá-lo partir.” Ela enxugou o rosto com as costas da mão. Ele pegou a mão dela e a beijou enquanto segurava seus dedos frios.

“E você não acha que teve alguma coisa a ver com tudo isso?” ele perguntou enquanto endireitava o corpo e sorria para ela. “Para nós dois?”

Fonte: Diana Gabaldon
Data de publicação: 28/03/2015
https://www.facebook.com/AuthorDianaGabaldon/posts/878760172166820

Curta nossa página no Facebook, conheça nosso grupo, Apaixonados Por Outlander, nos siga no Twitter e Instagram. Inscreva-se no nosso canal do Youtube.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s