Outlander – 1×06 – The Garrison Commander

resenhas

“Claire: Não incomoda o fato de eu não ser virgem?”
“Jamie: Não. Desde que não te importe o fato de eu ser.”

Outlander-1x06-The-Garrison-Commander-outlander-2014-tv-series-37546819-1800-1200

No último episódio Claire reencontrou com o tenente Jeremy Foster e que voltou a perguntar se ela realmente estava ali por sua própria escolha, como já vimos Claire sabe como agir nos momentos mais tensos. Pensando na amizade de Jamie e dos outros companheiros escoceses, ela confirma que é uma convidada do Clã MacKenzie.

O jovem tenente insiste que ela o acompanhe, pois o seu superior gostaria muito de conhecê-la e ouvir a sua história. Dougal afirma que vai acompanhá-la, enquanto eles viajam até a vila onde está o comandante inglês, Claire mais uma vez começa a ter esperança de enfim retornar às pedras, ela começa a se sentir bem junto a outros ingleses depois de dias sentindo-se como uma forasteira. Ela também se sente solidária com o desconforto sentido por Dougal pelo tratamento hostil que ele recebe dos ingleses.

Quando eles chegam até a taverna, o tenente Jeremy leva Claire e Dougal até uma sala onde está acontecendo um jantar com alguns oficiais ingleses. O comandante Thomas fica claramente encantado por encontrar uma bela compatriota inglesa naquelas terras e ao ser apresentado a Dougal como o Chefe de Guerra dos Mackenzie começa a fazer comentários sarcásticos sobre os costumes, o clima, a comida, sotaque e até o kilt.

Claire lembra que em muitos lugares da Inglaterra também se fala um inglês que às vezes se torna incompreensível e com muita segurança impede uma provável briga entre Dougal e o tenente. Dougal sai e diz à Claire que estará lá fora esperando por ela.

O jantar transcorre de forma agradável e Claire conta a eles a sua história de que é uma viúva que estava viajando para visitar parentes na França, quando foi atacada e assaltada, até que os Mackenzie a ajudaram e a hospedaram, ela diz estar ansiosa em retornar para Inverness, nesse momento o jantar é interrompido por nada menos que o Capitão Black Jack Randall. Tanto Claire como BJR fingem que não se conhecem e BJR diz que Dougal Mackenzie está no andar de baixo, o comandante fala que foi o próprio Dougal quem trouxe Claire e fala sobre os acontecimentos fascinantes que aconteceram à ela, então ele sugere que BJR acompanhe Claire até Inverness para assim ouvir a sua história.

BJR chama os escoceses de selvagens e o tenente diz que Claire afirmou estar sendo bem tratada pelos amigos escoceses. BJR responde que não tinha conhecimento de que ingleses tinham amigos escoceses, contando inclusive o fato de um soldado inglês ser encontrado amarrado e segurando a sua própria cabeça. Claire cita os dois escoceses que foram amarrados, crucificados e marcados com um T de traidores por ingleses. Ela diz que existe selvageria dos dois lados, BJR acusa Claire de compartilhar não só o teto e a comida com Dougal Mackenzie, mas também a cama pelo fato de se preocupar tanto com os escoceses. Todos ficam indignados com a postura de BJR até que Claire começa a falar que os escoceses não são os agressores, mas os ingleses sim. E que os escoceses só querem a mesma liberdade que eles tanto apreciam, liberdade essa que foi tirada, porque aquela é a terra deles e eles, os ingleses estão ocupando. Ah, Claire você tinha todos os oficiais em suas mãos e agora os perdeu, maldito BJR que armou a armadilha e Claire caiu nela como um coelhinho.

BJR afirma que Claire tem passado muito tempo com “os selvagens” e que aquela terra pertence ao Rei da Inglaterra, Claire percebe o seu erro e tenta recuar afirmando que a sua lealdade está com o rei. O comandante fala que Claire deve ser devolvida a sua casa o mais rápido possível. O jantar é interrompido por um soldado que diz que um dos soldados foi ferido e eles não conseguem encontrar um cirurgião; é claro que Claire como enfermeira corre para ajudar.

ixzitkVBagF3U79TNIDnHQ6etm_Q3LVlI07IttXBKOceJxFPc

A cena que vem a seguir é repleta de muito sangue e gritos com Claire realizando a sua primeira amputação do braço do pobre soldado no século XVIII. Quando ela termina o seu trabalho e sobe as escadas ela se vê a sós com BJR e um jovem soldado fazendo a sua barba. Ela se recorda que há pouco tempo ela também ajudou o seu amado Frank a se barbear. Nesse momento o coitado do soldado acaba cortando o rosto de BJR, então BJR pega a navalha, faz com que o soldado se sente, puxa a sua cabeça para trás e começa a raspar o seu pescoço, enquanto fala que ele precisa controlar os seus nervos. Quando ele está terminando de aterrorizar o coitado do soldado, ele ordena que ele saia e que ninguém incomode enquanto ele estiver com a senhora.

Claire pede para ver o tenente Foster e BJR diz que todos foram embora, ela fala que alguém precisa levá-la até Inverness. Ele diz que se sente desconfortável pela forma como se portou na primeira vez em que se encontrou com ela, pede desculpas e Claire aceita. Ele a convida para sentar e começam a conversar onde ele fala sobre alguns pontos falhos em sua história, diz não acreditar que ela seja uma prostituta e que também não é uma francesa, talvez uma espiã dos não favoráveis à Coroa Inglesa. Pede que ela fale a verdade, ela então inventa que se apaixonou por um homem que veio para a Escócia, que a enganou e que ela descobriu não ser a pessoa que ela pensava, que ela fugiu dele e por isso ele a encontrou naqueles trajes.

Outlander não deixa que Claire seja a mocinha óbvia dos romances, é claro que ela vive em perigo e é constantemente salva por homens, Jamie que o diga, Claire não é nenhuma estúpida, ela é sim inteligente, mas acima de tudo ela é muito confiante e essa confiança faz com que ela fique descuidada às vezes, nesses momentos ela não consegue segurar a sua língua e acaba esquecendo onde ela está e de quando ela é. Essa sua forma de agir parece não agradar os escoceses e nem os ingleses e quanto mais tempo ela vive nesse mundo, mais tudo se torna perigoso simplesmente por Claire ser como ela é. Ela possui um instinto de sobrevivência grande, só que os seus inimigos também são inteligentes, e esse em especial é formidável, BJR consegue ser frio, calculista, cruel e assustador como quando narra como ele provocou a punição que deixou as cicatrizes em Jamie. Ele acredita que fez uma obra de arte e proporcionou um show para os espectadores, ele tem prazer em falar e mostrar todo o seu sadismo, BJR é um monstro que se sente como um deus que aprecia a sua narração com um tom calmo que provoca asco e horror. E ele é um monstro não somente pela forma como brutalizou Jamie, mas pela forma como ele lembra de tudo e da forma relaxada que ele fala, como se fizesse e sentisse um carinho.

outlander the garrison c

BJR termina a sua narrativa dizendo: “Esse menino e eu criamos uma obra-prima. Foi a coisa mais linda que eu já vi.” Ele fala que Claire deve achar que ele é um monstro, e ela diz que se ele se importa com o que ela acha, então pode haver esperança para a sua alma. Meu Deus, Claire é inteligente, mas também é ingênua por acreditar no arrependimento de BJR. Então, ele diz que talvez ele possa mudar, talvez levá-la para Inverness. Claire sorri e ele diz que a fez feliz, e eu grito: NÃO, É UMA ARMADILHA! CORRE CLAIRE, CORRE!!!

Então, BJR ajuda Claire a se levantar e dá socos nela, meu DEUS! Não satisfeito ele chama o jovem soldado para que a chute, afirmando que chutar uma mulher é muito libertador. Eu ODEIO com todas as minhas forças Black Jack Randall!

Graças a Deus Dougal chega para salvar o dia, leva Claire com ele e BJR fala que ele deve entregar ela no Fort William  até o por do sol do dia seguinte, quando Claire está saindo BJR com um olhar frio e cheio de ferocidade diz a ela que está ansioso pelo próximo encontro.

Eles param em lugar lindo para beber água e não canso de achar a Escócia um dos lugares mais lindos do mundo. Claire bebe da água e diz que tem um gosto estranho, Dougal a questiona se ela é uma espiã inglesa ou francesa, enquanto segura uma faca nas costas. Ela irritada diz que não é uma espiã e ele acredita, ela pergunta por que ele resolveu acreditar nela agora e ele fala que aquela é a fonte de São Ninian que alguns chamam de a fonte da mentira porque se alguém bebe dela e fala uma mentira tem a sua garganta queimada. Eita povo supersticioso meu Pai!

Claire fala que BJR não será tão facilmente convencido e Dougal diz que já pensou nisso; e que a única forma de deixá-la livre dele será transformá-la em uma escocesa. Que para isso a única coisa que ela precisa fazer é casar com um escocês, é claro que ela não quer isso, mas não tem outra escolha.

Claire está de volta ao acampamento, sentada e olhando para o contrato de casamento, quando Jamie chega e lhe dá algo para beber. Ela diz que Dougal quer que eles se casem e pergunta se ele está disposto. Jamie diz que é o mínimo que ele pode fazer depois dela ter consertado e o ajudado com os seus ferimentos. Ela fala que ele é jovem e pode estar interessado em alguém, mas ele diz que não é um bom partido com a cabeça a prêmio. Ela ainda pergunta se não o incomoda que ela não seja mais virgem, Jamie diz que será bom que alguém saiba o que está fazendo já que ele é VIRGEM.

Foi um episódio muito bom com uma atuação maravilhosa de Tobias Menzies e com uma mostra da psicopatia que o personagem BJR tem, Dougal foi o herói do dia, Claire aprendeu da pior forma que BJR não é de forma alguma o seu amado Frank e não vejo a hora de assistir o próximo episódio porque será o casamento e Jaiminho vai brincar com o seu honeypot.

OUT ¹: Momentos favoritos de Dougal:

1) Ele reconhece que Claire sabe comandar um homem.

2) Quando Claire vai socorrer o soldado, Dougal corre para perguntar se ela está bem. Own… fofo!

3) “Bem, devo admitir que a ideia de afogar o meu ganso em você me agrada muito”. Ordinário, mas confesso que ovulei!

OUT²: 1) Claire pergunta se ele quer casar com ela? Como ele responde: É o mínimo que eu posso fazer depois de você ter me ajudado. / Como ele queria responder: Sim, sim, e sim! Deus, sim! Vamos nos casar agora, por favor?

2) Claire pergunta se ele não tem ninguém. Como ele responde: Não. / Como ele queria responder: Não, é só você Sassenach.

Outlander_S1_E6_article_story_large


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s