Sam Heughan sente-se honrado quando acham que ele é gay

Por Chris Azzopardi | 24 de junho de 2018

Se Sam Heughan é o nosso próximo (gay?) Bond ainda não sabemos. Por enquanto, o galã escocês de 38 anos está interpretando o heterossexual agente sexy britânico Sebastian em seu primeiro grande filme, “Meu Ex é um Espião” (The Spy Who Dumped Me).

Na comédia de ação de Susanna Fogel, Mila Kunis e Kate McKinnon estrelam como as melhores amigas Audrey e Morgan, que estão, hilariamente, fugindo de assassinos que as atacam porque o ex-namorado de Audrey, Drew (Justin Theroux), é um espião.

Conhecido por interpretar Jamie Fraser no drama de viagem no tempo da Starz, Outlander, Heughan conversou com NewNowNext.

Cortesia de Lionsgate

Quão consciente você está da sua base de fãs LGBTQ?
SH: Eu não estou ciente! Mas espero que haja uma. E se não houver, então precisamos criar.

Eu acho que existe, Sam. A peculiaridade de Outlander parece ter atraído uma considerável audiência gay. 
SH: Eu suponho que sim. O único personagem gay é John Grey, esse relacionamento (com Jamie) é muito interessante e tem sido muito divertido. Eles possuem uma amizade muito bonita e do tipo que é compreensiva. E é triste, na verdade, para John Grey, porque ele está realmente apaixonado por Jamie e não é retribuído da mesma maneira. Eu realmente sinto por esse cara.

O filme “Meu Ex é um Espião” pode te levar ao filme de Bond que William Shatner quer que você protagonize. E com base no apoio dele, você interpretaria um… Bond gay?
SH: Deus o abençoe. Todo mundo está falando sobre isso, mas acho que é hora, sim, por que não? Vamos fazer um Bond gay. Isso seria legal. Eu realmente interpretei alguns personagens gays. Eu fiz “A Very British Sex Scandal” (em 2007), que foi sobre um repórter gay que foi levado ao tribunal no final dos anos 50. Eu fiz alguns personagens no palco também. Mas eu não sei procuram gente com um tipo específico. (Risos)

Cortesia de Lionsgate

Como você acabou interpretando tantos papéis gays?
SH: Esses papéis são realmente interessantes porque são cheios de incertezas. Esses personagens nem sempre estão plenamente conscientes de sua situação ou estão no controle, e têm sentimentos e emoções muito fortes e tendem a ser papéis realmente interessantes.

Sua cena de amor na peça Plague Over England, que foi apresentada em Londres em 2008 e 2009, obviamente ressoou com o público gay. Como você abordou esse papel?
SH: É um despertar tão maravilhoso para esse personagem se apaixonar por um cara tão atraente, muito inteligente e muito divertido. Então, nós o vemos 20 anos depois, ele meio que perdeu o amor de sua vida, e eu amei o arco, a jornada disso. E não importa se ele é hétero ou gay; é apenas uma história sobre amor e amor perdido, realmente. E foi uma peça muito legal de se fazer, na verdade. Leon [Ockenden] interpretava meu  parceiro e ainda somos muito bons amigos.

17

Um crítico, ou um troll, twittou: “Sr. Heughan é um dos atores homossexuais mais chatos por aí.” Sua resposta foi: “ O chato e o homossexual nunca andam juntos. Mas obrigado pelo elogio. x ”As pessoas às vezes confundem você com gay, e você geralmente considera isso como um elogio?
SH: Sim, eu acho. Fiz alguns papéis gays e talvez as pessoas pudessem fazer suposições sobre mim. Quer dizer, não é verdade, mas eu não me importo. Eu penso, que seja, se será isso que você vai abstrair da performance de alguém.

Mas você considera ser chamado de gay um elogio.
SH: Eu amo esse mundo. Minha maquiadora no Reino Unido é muito estravagante e ela traz o melhor lado do acampamento em mim.

Você aspira desempenhar um papel assim?
SH: Há uma peça fantástica que eu vi muitos, muitos anos atrás e é um monólogo sobre um travesti. Foi uma peça tão bem escrita. Eu adoraria fazer isso.

Que tal o Rocky Horror Picture Show?
SH: Talvez um dia. Trabalhando para isso. Cantar, entretanto! E eu não sei dançar…

Você é bem alto. Algum interesse em usar leggings para interpretar Frank-N-Furter (personagem de Rocky Horror Picture Show)?
SH: Sim, porque não? Eu tenho boas pernas para isso.

O filme estreia dia 3 de agosto nos Estados Unidos, no Brasil a previsão é de que chegue aos cinemas dia 23 de agosto.

Fonte: newnownext

Curta nossa página no Facebook, conheça nosso grupo, Apaixonados Por Outlander, nos siga no Twitter e Instagram. Inscreva-se no nosso canal do Youtube.


5 comentários sobre “Sam Heughan sente-se honrado quando acham que ele é gay

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s