Outlander – 1×12 Lallybroch

resenhas

“Eu a quis desde o momento que a vi. Mas eu a amei quando chorou em meus braços, na primeira noite em Leoch.” – Jamie Fraser

outlander1 

“Eu a quis desde o momento que a vi. Mas eu a amei quando chorou em meus braços, na primeira noite em Leoch.” – Jamie Fraser

Jamie Fraser está de volta à Lallybroch e percebe que o regresso às vezes pode ser prazeroso com as boas lembranças de sua casa, de como o seu pai construiu o lugar, onde ele deixava as suas botas e espada quando era vivo e como Jamie sentia que ali era o seu lar, mas também traz para ele lembranças não muito boas como quando Black Jack Randall marcou as suas costas com cicatrizes e deixou o seu mundo de cabeça para baixo. A violência e as marcas deixadas em suas costas, a morte de seu pai, o preço por sua cabeça, isso fez com que ele ficasse quatro anos longe de Lallybroch e assumisse o seu papel como o Senhor de Broch Tuarach; e depois da fuga de Cranesmuir ele retorna para a sua casa com a promessa de um perdão, durante essa volta Jamie tem a oportunidade de conhecer um pouco mais de Claire, inclusive a sua idade e os costumes de sua época. Somos inundados com imagens maravilhosas da Escócia e os costumes da terra da qual Jamie é o senhor.

1x12-7

As coisas ficam complicadas no início ao reencontrar com sua irmã teimosa e mal-humorada Jenny Fraser (Laura Donnelly), afinal os irmãos Fraser são feitos do mesmo molde e são turrões. Jamie conta a Claire a oferta que recebeu depois do seu primeiro açoite, quando ele foi levado perante BJR. Descobrimos que Jamie poderia ter evitado todo o seu sofrimento e a sua experiência de quase morte se ele tivesse se entregado a BJR, que se revela sendo gay ou bissexual? Porque Jenny fala de sua experiência com o capitão inglês e até sugere que ele pode estar interessado em homens pela falta de animação do capitão, bem na verdade BJR é um personagem complexo e sádico que faz com que se aproxime de pessoas com as quais ele tenha tido uma ligação intensa de ódio e de dor.

No episódio passado, Claire decidiu ficar com Jamie e no século XVIII e com isso ela deixou de ser uma mulher relutante e insegura em seu casamento, passando a ser uma esposa dedicada a essa relação e à vida que construiria com ele naquele mundo; e foi ótima a forma com que Jaime lida com o temperamento independente e feminista de Claire em Lallybroch. Ele mais do que ninguém a conhece e sabe que ela não aceitará regras ou convenções sociais, então aprendeu como chegar até ela explicando que eles estavam em seu tempo e como sua irmã e seus criados esperavam que ela se comportasse, sem que isso a desmerecesse ou reduzisse a sua importância.

Claire contou toda a verdade sobre ela para Jamie e ele acreditou; e assim eles criaram uma relação de sinceridade e de confiança, essa nova fase de cumplicidade e interação faz com que o amor deles se solidifique, nos deixando momentos gostosos como quando Claire explica a Jamie sobre os aviões e o funcionamento dessa invenção. É tão bom ver como Jamie sonha com aquele mundo no futuro, que é fácil de imaginar como seria o nosso Highlander vivendo no futuro com todas as modernidades e tecnologias.

Jenny é temperamental e uma irmã ciumenta de Jamie, mas é uma mulher forte que tomou conta de Lallybroch com o seu calmo e bondoso marido Ian Murray. O grande amigo de Jamie que contempla as discussões dos irmãos com diversão, talvez por entender tão bem o comportamento dos Fraser, Ian também é um homem que sobreviveu e comanda a propriedade mesmo sem ter uma perna. Gosto muito desse personagem e a atriz Laura Donnelly deu um show de interpretação junto com Tobias Menzies. Aliás, todo o elenco é ótimo, mas é impressionante ver a entrega tanto de Tobias como de Caitriona Balfe em cena administrando diversas sensações e emoções.

Jenny culpava Jamie pela morte do seu pai e talvez acreditasse que algum ato impensado dele teria levado para a tragédia que abateu sobre a sua família; e quando ela vê as cicatrizes nas costas do seu irmão, faz com que ela confrontasse uma realidade que talvez ela só imaginasse. Então, em um momento bonito os irmãos conseguem derrubar as suas defesas e acertam as pontas soltas. Jamie ao lado de sua irmã mais velha demonstra uma imaturidade que não estávamos acostumados a ver, ele demonstra uma falta de tato para lidar com a sua irmã e na tentativa de impor as suas ideias gerando conflitos, como na arrecadação de impostos. E aí surge Claire como uma esposa, amiga e conselheira que abre os seus olhos e mostra o caminho para ajeitar as coisas.

1x12-1

Claire admite que começa a se sentir parte de Lallybroch e Jamie diz que sempre achou isso, aliás, ele a quis desde a primeira vez que a viu, mas a amou quando ela chorou em seus braços e Claire finalmente diz que o ama. Meu Deus é impossível não amá-los!!!

E depois desse momento apaixonante tivemos um suspense final provocado com a chegada de um grupo de homens misteriosos e armados. O episódio teve a volta ao lar, a disputa de irmãos, um olhar de como seria uma vida normal para Jamie e Claire, os cuidados com a propriedade, a convivência com os colonos e as decisões que um senhor teria que tomar mostrando a grande influência de seu pai na vida de Jamie. Mas o melhor do episódio foi a declaração de Jamie e Claire e a consolidação da relação deles.

OUT¹: Meu Deus o que foi Jamie consertando o moinho? E só pensando aqui com os meus botões, que se Tobias mostrou o passarinho, nada mais justo do que termos um pouco da samanaconda.

OUT²: Adorei quando Jamie e Claire estão recebendo os colonos como os senhores de Lallybronch e Claire ganha um vaso com flores, agora ela pode dizer que tem um lar… por enquanto.

OUT³: Melhores frases do episódio:

– É a Escócia senhor. (O soldado inglês respondendo ao seu comandante sobre a camisa presa no moinho).
Jenny, por favor, vire-se enquanto eu tento sair antes que o meu pau caia.
– Você acha que eu tive qualquer escolha? (Ian respondendo porque casou com Jenny).

Curta nossa página no Facebook, conheça nosso grupo, Apaixonados Por Outlander, nos siga no Twitter e Instagram. Inscreva-se no nosso canal do Youtube.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s