6 ótimas razões para termos uma série spinoff do Lord John Grey

Por Kimberly Roots | 17 de Agosto

Crédito STARZ

Aviso: Este post contém spoilers do universo Outlander, incluindo, mas não se limitando a, eventos que acontecem nos livros e nos romances / novelas de Lord John. Prossiga com cautela, sim?

Talvez tenhamos ficado um pouco loucos por causa da calmaria do Droughtlander, mas a notícia da data de estreia da 4ª temporada nos deixou muito empolgados com o retorno da série da Starz… E para encontrar idéias para expandir o mundo de Claire e Jamie preenchendo esse tempo que ficamos só pensando.

1. Uma série de TV centrada em Lord John Grey, de David Berry.

Um pequeno resumo para aqueles que não estão familiarizados com a autora Diana Gabaldon e seu trabalho: Lord John é um militar britânico que foi o governador da prisão de Ardsmuir, na qual Jamie esteve preso na terceira temporada. Os dois desenvolveram uma amizade improvável apesar do fato de que Grey é gay e possui sentimentos pelo escocês, que não sente o mesmo.

Leia tambem: QUANDO SAIRÁ O SÉTIMO LIVRO DA SAGA E NOVIDADE!

Lord John também é o personagem central de sua própria série de romances e novelas, que se situam no mesmo universo que Outlander, antes e depois de John conhecer os Frasers.

Tudo isso significa que há um material de origem suficiente para outro série de TV, estrelado por Berry e narrando as façanhas de Grey em Londres e além. Quanto mais pensamos nisso, mais precisamos que esta série se concretize: a história de Lord John é dramática, intrigante e intrinsecamente sexy. Em certo ponto do livro, ele diz para Jamie: “Eu lhe digo, senhor – se eu levasse-o para a minha cama – eu poderia fazer você gritar. E, por Deus, eu faria isso.” TENTE DIZER QUE NÃO ESTÁ INTERESSADO AGORA!

Além disso, há muitas oportunidades para ver rostos familiares – uma certa ruiva, talvez?

[Vamos aos fatos]

2. Meios misteriosos

Crédito STARZ

Enquanto Outlander é uma ficção histórica com um pouco de viagem no tempo, as histórias de Diana Gabaldon sobre o Lord John envolvem essa ficção em torno dos mistérios. Uma potencial adaptação televisiva poderia ser uma diversão ao estilo de Sherlock, com um líder convincente usando suas habilidades de investigação para resolver os problemas e muitas vezes, assassinatos, à disposição.

3. LJ consegue o que quer

Crédito STARZ

Lord John é assumido em Outlander e na sua própria série de histórias, mas isso não significa que ele viva como um monge. Uma série autônoma poderia explorar melhor seus gostos bastante variados em parceiros românticos…

Crédito AMC

… Incluindo o Capitão Hanoveriano Stephan Von Namtzen (a quem sonhamos que seja escalado o ator de TURN: Spies de Washington, Ian Kahn)

Crédito Fox

… Ou talvez até o Neil Jackson de Sleepy Hollow.

Crédito HBO

… E o guia-com-benefícios indígena, Manoke (a quem não nos importamos que seja Zahn McClarnon de Westworld).

4. Lord John: Anos Incríveis

Crédito STARZ

Muita coisa acontece com John no tempo entre a primeira vez que o vemos em A Libélula no Âmbar (2ª temporada) e quando ele volta à vida de Jamie na prisão de Ardsmuir em O Resgate no Mar (3ª temporada). Por que não trazer de volta Oscar Kennedy (que interpretou o jovem John) para vermos a criação de John ao lado de Hal e seus pais, os quais figuram proeminentemente nos romances e novelas mais tarde?

5. Kilt Plesure*

Crédito STARZ

Àqueles familiarizados com o “Lord John e a Irmandade da Espada” e “Lord John e O Prisioneiro Escocês” de Gabaldon , sabem que John tem mais desentendimentos com Jamie durante seus anos como prisioneiro do que a série mostrou na 3ª temporada. Essas mudanças de tom (aquela cena no estábulo, nossa!) e a circunstância (viagem para a Irlanda, alguém?) oferecem uma visão mais completa do caminho dos dois para uma amizade duramente conquistada…

…o que é uma boa razão para Sam Heughan, de Outlander, fazer uma aparição ou duas, não é?

6. Toda a gangue está presente

Falando de personagens que aparecem em ambos as série de livros de Gabaldon, um spinoff de Lord John nos daria mais tempo com a deliciosamente malvada Geillis Duncan, com quem Grey tem uma conversa muito interessante em “Lord John e a Praga dos Zumbis”. Enquanto isso, alguém muito importante para John, Percy Wainright, faz sua estréia em uma novela de Lord John e depois aparece em Outlander em “Ecos do Futuro” e em “Escrito com o Sangue do Meu Próprio Coração” e seria outro personagem para um crossover.

*O termo “kilt plesure” faz referência a “guilt pleasure” que é muito usado no inglês para coisas que todos gostam mas têm dificuldade de assumir.

Fonte: TV Line 1 | 2

 

 


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s