Outlander: 3×09 -The Doldrums

resenhas

Viva! Os Fraser estão de volta!

Outlander Season 3 2017

 

Como vimos na semana passada o Jovem Ian junto com o tesouro foi levado por marinheiros desconhecidos e é claro, que Jamie e Claire partiram em uma aventura para resgatá-lo.

A bordo do navio Artemis, cedido pelo primo de Jamie o já conhecido Jared Fraser que também informou o nome do possível navio português Bruja que levou Ian e que tem como destino a Jamaica. Jamie e Claire se juntam ao Sr. Willoughby, Lesley, Hayes e Fergus que vem acompanhado de Marsali (Lauren Lyle), revelando que se casaram.

Jamie não aprova esse casamento e toma a decisão de separar o casal o que acaba separando ele de Claire também, pois durante a viagem ele vai dividir a cabine com Fergus e Claire com Marsali, o que não será nada fácil porque Marsali ouviu de sua mãe que Claire era uma bruxa e prostituta que enfeitiçou o pai adotivo dela. Mais do que a convivência entre Claire e Marsali, o que não sai da minha cabeça é como foi a reação de Jenny ao receber a carta de Jamie informando que perdeu o seu caçula e da Laoghaire recebendo a carta de sua filha mais velha contando que se casou com Fergus, e foi se aventurar pelos mares até a Jamaica na companhia de Claire.

img2-7

Jamie conversa com Fergus e fala que não aprova o casamento porque ele não contou sobre todas as mulheres com que ele se deitou. Fergus argumenta que desde que se apaixonou por Marsali não esteve com mais nenhuma outra mulher, comenta sobre o amor dele com Milady. Depois Marsali confronta Jamie, dizendo que entre ela e Fergus não há segredos e o aceita assim. Lauren Lyle está fazendo um ótimo trabalho com a sua Marsali e também uma ótima parceria com Caitriona Balfe, duas mulheres maravilhosas e fortes em cena. Já havia antes elogiado o trabalho de César Domboy como Fergus e junto a Sam Heughan eles também passam a cumplicidade de pai e filho. Quero muito ver o crescimento da relação entre Claire e Marsali, assim como o envolvimento amoroso de Marsali e Fergus.

Os dias se passam e Jamie está passando muito mal com o seu enjoo crônico, Claire preocupada tenta com chás aliviar o seu mal estar, até que descobre que o Sr. Willoughby por meio da acupuntura ajuda Jamie a melhorar. Foi engraçado ver a forma persuasiva com que o Sr. Willoughby convenceu Jamie a tentar o método e mais ainda a cara de diversão de Claire ao olhá-lo e comparar com uma almofada de alfinetes.

Os marinheiros demonstraram um alto grau de superstição, como o capitão depois explicou para Claire como eles acreditavam que levar mulher em um navio traz má sorte e que a forma de acabar com ela seria que elas, Claire e Marsali, mostrassem os seios, e por sorte o navio já possuía uma figura de proa com essa parte desnuda. Acreditavam também que um ruivo  traz má sorte e por isso todos devem falar com ele antes, como também todos devem tocar em uma ferradura antes do navio partir.

Quando há uma calmaria por semanas e o vento desaparece, uma parte da água fica contaminada e acidentes acontecem, então a tripulação começa a procurar o culpado que está trazendo o azar para eles.

Hayes que não tocou na bendita ferradura, quando fica bêbado sobe no mastro e quase é convencido a se jogar ao mar. Mas Jamie como herói que é vai atrás do seu homem, conversa com ele e o convence a descer. Mas os marinheiros continuam a querer jogá-lo ao mar, nesse exato momento o Sr Willoughby percebendo a mudança no voo de um pássaro no ar e raciocinando que o tempo vai mudar, consegue captar a atenção de todos contando a sua história e jogando depois os papéis onde ele havia escrito, e que voam com o vento, mostrando a vinda da chuva que é recebida com alegria e o navio retoma o seu rumo.

Esse episódio trouxe dois momentos muito emocionantes e sensíveis, um é quando o Sr. Willoughby conta a sua história justamente naquele momento de revolta da tripulação. Ele conta que tinha o dom da escrita e por isso foi escolhido pela esposa do Imperador, e por causa disso deveria tornar-se um eunuco, como ele amava a mulher em toda a sua forma de beleza, ele fugiu da sua terra natal e hoje vive em um lugar onde é discriminado, onde ninguém vê beleza em sua escrita e as mulheres os desprezam. Foi uma atuação maravilhosa de Gary Young, já gostava do personagem no livro e gosto muito mais dele na série. Muito curiosa para saber como será o desfecho dele na série, porque aconteceram algumas mudanças.

Outlander-The-Doldrums-3x09-promotional-picture-outlander-2014-tv-series-40826158-500-333

O outro momento emocionante e sensível é quando Jamie e Claire estão contemplando a lua que brilha majestosa em um céu estrelado e começam a conversar. Há uma sincronia entre eles e é tão bom ver o nosso casal entrosado e conectado novamente. O abraço, as mãos, os olhares, enfim, os Fraser estão de volta e eu não poderia estar mais feliz.

Claire olha para a lua e começa a recitar “Good Night Moon” que era o livro preferido de Brianna quando criança, ela fala para Jamie que Brianna aprendeu todas as palavras do livro antes mesmo que aprendesse a ler e que ela recitava para o seu coelhinho de pelúcia porque amava coelhos.

Foi um momento triste para Claire quando estava abraçada a Jamie e pensar que Brianna talvez esteja distante para sempre. Mais uma vez Caitriona Balfe trouxe a emoção exata para a cena. O interessante é que a menção do coelho  fez com que eu  lembrasse do primeiro episódio desta temporada, quando Jamie agonizava no pântano de Culloden e apareceu um coelho. É um simbolismo, e mesmo que pai e filha nunca tenham se encontrado, a ligação estava lá entre eles, o coelho, uma esperança da vida, ou talvez de um encontro.

E já que o nosso casal encontrou a sincronia tão esperada que todos nós sempre amamos em Jamie e Claire, que delícia foi aquela rapidinha deles no navio? Quente, sexy e cheia de declarações.

img1-7

Então, um navio inglês se aproxima do Artemis, o capitão comenta que eles podem recrutar os britânicos do navio e Jamie pede para Claire que se ele for levado que ela continue a busca por Ian. Mas o jovem capitão Leonard diz que eles precisam de um médico porque uma praga os atingiu matando inclusive o antigo capitão, o médico e muitos homens da tripulação.

Claire o questiona sobre os sintomas da praga, chega à conclusão que possa ser febre tifoide, diz que precisa ir a bordo para ter certeza, explica a Jamie que ela como foi vacinada não corre risco de ficar doente e fala sobre o seu juramento de médica de salvar vidas independente de quem seja o doente. Jamie compreende quando ela fala sobre o juramento, afinal, ele é um homem honrado e concorda desde que ela volte logo.

Ela chega ao navio e comprova que realmente é a doença que ela imaginava, diz ao Capitão Leonard que ela não pode fazer muito, mas que pode dar algumas instruções para que eles cuidem com mais eficácia da epidemia. Fala que pode ficar por um tempo, mas tem que voltar logo para o seu marido. Enquanto Claire está exigindo que o cozinheiro ferva água para dar aos doentes, o navio começa a se mover e ela descobre que está sendo sequestrada.

img4-4

Episódio bom e com um ritmo que combina bem com o título. Afinal, era necessária essa calmaria para que Jamie e Claire se reconectassem e amei os momentos deles, gostei muito de Gary Young e Lauren Lyle. Claire mostrando a mulher forte e admirável que é, Jamie o homem inteligente e devotado a essa mulher. E ansiosa demais pelo novo episódio para ver Claire atuar como médica, Jamie desesperado por sua Sassenach e confesso já um pouco triste porque só faltam 04 episódios para o fim da temporada, que está maravilhosa.

OUT¹: Simplesmente maravilhosa a abertura da série com as cenas que virão e os sons de tambores.

OUT²: Jesus, Maria e José! Será que só eu enjoei com a cena de Jamie vomitando? E os sons quando Claire desceu para ver os doentes? Argh…

OUT³: Momentos nesse episódio que comprovam que Jamie e Claire são o melhor casal de todos os tempos:

– Eu gosto do grisalho. A maneira como a luz brilha nele, como um pedaço de luar prateado. – Jamie

– Como eu poderia não amar um homem que diz coisas como essa? Se você dissesse isso no século XX, você seria o rei dos homens. – Claire

– Sabe, quando eu pensei em voltar… eu sabia que teríamos que nos acostumar um com o outro novamente. – Claire

– Não importa o que aconteça ao nosso redor, Sassenach… isso que há entre nós nunca muda. – Jamie

– Não muda. – Claire

Jamie eu tenho obrigação de ajudar. Eu fiz um juramento quando me tornei médica. – Claire

– Eu também não fiz um leviamente. Não há como fazer você mudar de opinião. – Jamie

– Não. Parece que você está mais velho e mais sábio. – Claire

E eu com certeza mais apaixonada pelos Fraser.

Curta nossa página no Facebook, conheça nosso grupo, Apaixonados Por Outlander, nos siga no Twitter e Instagram. Inscreva-se no nosso canal do Youtube.


Um comentário sobre “Outlander: 3×09 -The Doldrums

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s