Daily Line: Para Brianna Randall Fraser MacKenzie

POSSUI SPOILER DO LIVRO 9 | Leia outros em Trechos da Diana

trechos da diana

#Daily Lines #VáDizerÀsAbelhasQueParti #LivroNove #emalgummomentonoanoquevemprovavelmente #vaassistiraquartatemporada #ParaBriannaRandallFraserMacKenzie #FelizAniversário!

A cabana de Ian era charmosa. Não que fosse muito diferente de qualquer outra cabana de montanha que Brianna já tivesse visto, mas ela ficava em meio a uma floresta de aspens, e suas folhas esvoaçantes rompiam a luz do sol com uma rajada de luz e sombra, fazendo com que a cabana adquirisse um ar de magia, como se fosse capaz de desaparecer completamente entre as árvores se você desviasse o olhar.

Quatro cabras e dois filhotes colocaram as cabeças por cima da cerca do curral e tagarelaram alguma coisa para saudá-los, mas ninguém apareceu para ver quem eram os visitantes.

“Eles foram para algum lugar,” Jamie comentou enquanto apertava os olhos para observar melhor a casa. “Tem algum recado na porta?”

Tinha: um pedaço de papel pregado na porta com um espinho, que continha uma linha de palavras incompreensíveis que Bree finalmente identificou como Gaélico.

“A esposa de Ian é escocesa?” ela perguntou, franzindo as sobrancelhas para as palavras. As únicas que conseguia compreender eram “MacCree” e “cabra.”

“Não, o recado é de Jenny,” disse seu pai enquanto colocava os óculos e contemplava o bilhete. “Ela diz que foi com Rachel trabalhar em um quilting e que se Ian chegar antes delas, é para ele ordenhar as cabras e separar metade do leite para fazer queijo.

Como se ouvissem seus nomes sendo pronunciados, um coro de “mééé” se ouviu vindo do curral.

“Evidentemente, Ian também não está em casa,” observou Brianna. “Você acha que elas precisam ser ordenhadas agora? Eu, provavelmente, ainda me lembro de como se faz.

Seu pai riu ao imaginá-la ordenhando as cabras, mas sacudiu a cabeça em negativa. “Não, Jenny já deve tê-las ordenhado há algumas horas – elas ficarão bem até a noite.”

Até aquele momento Brianna achava que “Jenny” era o nome de alguma criada, mas quando percebeu o tom usado por Jamie, ela piscou.”

“Jenny. Sua irmã Jenny?” perguntou, sem acreditar. “Ela está aqui?”

Ele pareceu um pouco assustado.

“Sim, está. Sinto muito, lass. Eu nunca parei para pensar que você não sabia disso. Ela – espere.” Ele ergueu a mão, olhando intensamente para Brianna. “As cartas. Nós escrevemos, bem, Claire escreveu a maioria delas, mas…”

“Nós temos as cartas.” Ela não conseguia respirar, o mesmo sentimento que sentiu quando Roger trouxe de volta a caixa de madeira com o nome completo de Jenny gravado na tampa, e quando eles a abriram e encontrarams as cartas. E a sensação de alívio, alegria e tristeza quando ela abriu a primeira carta e leu as palavras: “Nós estamos vivos…”

A mesma sensação invadiu seu coração e as lágrimas desceram descontroladamente até que tudo ao seu redor ficou trêmulo e ofuscado, como se a cabana, seu pai e ela mesma pudessem desaparecer ao mesmo tempo, como se pudessem ser completamente dissipados pelas árvores. Ela produziu um ruído com a garganta e seu pai veio até ela, abraçando-a com força.

“Nós nunca achamos que a veríamos novamente,” ele sussurrou  entre seus cabelos, com a voz embargada. “Nunca, minha querida. Eu tive tanto medo, tanto medo de que você não tivesse conseguido… que tivesse morrido, todos vocês, perdidos, lá. E nós não teríamos como saber.”

“Nós não podíamos contar nada.” Ela ergueu a cabeça apoiada nos ombros dele e limpou o nariz nas costas da mão. “Mas você poderia ter contado. Aquelas cartas… saber que estavam vivos…” Ela parou de repente e, depois de afastar as últimas lágrimas, viu Jamie desviando o olhar, afastando suas próprias lágrimas.

“Mas nós não estávamos,” ele disse gentilmente. “Nós estávamos mortos quando você leu aquelas cartas.”

“Não, não estavam,” ela disse furiosamente enquanto apertava a mão dele. “Eu não consegui ler todas as cartas de uma vez. Eu dei um tempo entre uma e outra, porque enquanto as cartas permanecessem fechadas… vocês ainda estariam vivos.”

“Nada disso tem importância,” ele disse gentilmente. Jamie ergueu a mão dela e beijou seus dedos, ela sentiu o hálito quente e gentil na sua pele. “Você está aqui. Nós também estamos aqui. Nada mais importa.”

Fonte: Diana Gabaldon
Data de publicação: 23/11/2018

Curta nossa página no Facebook, conheça nosso grupo, Apaixonados Por Outlander, nos siga no Twitter e Instagram. Inscreva-se no nosso canal do Youtube.


2 comentários sobre “Daily Line: Para Brianna Randall Fraser MacKenzie

  1. Gostaria de saber se não existe uma loja virtual aqui no Brasil onde se possa comprar camisetas, o anel ou mesmo a caneca desse casal lindo? Alguém sabe informar?

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s