Fanfic – Histórias da Colina Fraser – Capítulo 10: Só você, Sassenach.

Fanfic | Capítulo 9

– LAOGHAIRE??? – Claire levantou de uma vez olhando com raiva nos olhos. Ela havia notado a noiva assim que chegou, mas nem por um momento havia pensado que fosse a mesma Laoghaire de outros tempos. Em sua memória Laoghaire sempre aparecia como uma adolescente loira, bonita e fútil. Agora parada a sua frente estava uma mulher envelhecida, acima do peso e não tão bonita, mas o olhar de ódio e inveja que ela carregava era o mesmo de outrora.

– Sim sua bruxa – Laoghaire olhou com ódio para Claire enquanto tentava escapar do aperto firme que Ian mantinha para que ela não escapasse. – A verdadeira senhora James Fraser

– Mamãe, estou com medo! – A pequena Joan correu até Laoghaire junto com Marsali e abraçaram a mãe chorando. Depois olhou com os olhos vermelhos e cheios de lágrimas para Jamie e falou: – Papai o que está acontecendo?

– Joan não lembra do que mamãe falou sobre a prostituta inglesa que enfeitiçou o papai? – Marsali falou com raiva.

– Papai? – Claire perguntou ao mesmo tempo chocada e indignada. Então, ela pensou que mesmo Jamie passando tanto tempo preso, ele o aproveitara bem e até conseguiu  ter filhas durante o tempo de separação deles.

 Claire, elas não são minhas filhas – Jamie falou nervoso e passando as mãos pelos cabelos deixando-os bagunçados. – São filhas dos casamentos anteriores de Laoghaire. Eu revi Laoghaire no mês passado durante as festas e as meninas precisavam de um pai e eu – Ele olhou com carinho para Marsali e Joan. – precisava ser pai.

– Elas são suas sim e eu sou sua esposa James Fraser – Laoghaire gritou. – Eu não vou ser desprezada mais uma vez por você. Eu não serei deixada por essa bruxa novamente.

– Mamãe você está bem? – Faith abraçou Claire pela cintura preocupada com o estado de palidez que sua mãe apresentava. 

– Vamos embora mamãe. Você nos trouxe para conhecermos “ele” – Brianna falou secamente apontando para Jamie. – Já está feito. Ele tem uma nova vida, mulher e até filhas – Brianna falou com desprezo olhando para Jamie. – Não somos bem-vindas.

– NÃO – Jamie segurou com força Claire ao encontro do seu corpo com desespero. – Eu não tenho nada com ela Sassenach

– Não me chame assim! – Claire falou com raiva. – Não tem nada e estava se casando na frente de sua família e de um padre!

– Seu covarde e maldito safado! Como é que você não tem nada comigo? – Laoghaire gritou ficando vermelha. – E os beijos? A quantidade de vezes que você passou a mão em minha bunda? Você só não me levou para a cama ou para algum mato por aí, porque eu sou uma mulher decente. Uma viúva honesta que luta para sustentar suas duas filhas!

– Agarrar a bunda e levar para os matos, isso é bem típico de você – Claire falou com frieza.

– Não minta Laoghaire – Jamie falou com raiva. – Você quis ir para a minha cama desde o primeiro dia que nos conhecemos, mas eu sou um homem honrado e só faria isso depois de casado. – Jamie olhou para Claire implorando para que ela ouvisse o que ele dizia, mas ele recebeu em retribuição um sorriso irônico.

– Honrado? Tão honrado que você agora se aproveita da minha inocência me deixando novamente para ficar com essa prostituta inglesa. Essa traidora que largou você e a sua família aqui vivendo no inferno para sofrer com os malditos sassenachs iguais a ela. Jenny me contou o que ela fez com você. Ela também tem raiva e sabe que ela é uma bruxa.

Claire sentiu como se todos na sala olhassem a julgando e depois de alguns minutos finalmente ela encontrou quem procurava. Em um canto mais afastado da sala, Jenny. Ela estava um pouco mais velha e com vários cabelos brancos, mas continuava a mesma Jenny. Altiva e grandiosa mesmo em sua baixa estatura, e apesar de muito pálida, ela encarou o olhar de Claire. Havia muito o que ser falado entre elas, muito rancor e dor também, mas antes havia outros embates a serem travados.

– Cuidado, vocês estão vendo como ela olha para todos? – Laoghaire falou provocando várias interjeições de medo e muitos dos presentes fizeram o sinal da cruz. – Ela está lançando um feitiço. Essa bruxa fez isso em Leoch quando ela apareceu pela primeira vez. Ela chegou sozinha, misteriosa,  bonita e sem medo de nada. Seduziu todos os homens do castelo. Todas as mulheres comentavam que ela era diferente de todas as outras mulheres, que olhava nos olhos dos homens sem medo, falava como se fosse inteligente como eles e se sentia igual a eles. – Laoghaire olhou com rancor e tristeza para Jamie. – Você me amava James Fraser. Vivia atrás de mim e dos meus beijos, eu sabia que você seria meu. Meu marido e me traria para Lallybroch, para ser a senhora dessas terras. E tudo aqui seria meu. Eu mandaria em tudo e em todos. Mas a bruxa apareceu e enfeitiçou você, então você não me viu mais. E nunca mais sentiu  desejo por mim.

– Pare de falar loucuras Laoghaire! – Jamie falou com raiva.

– Viram como ele já está louco? Foi ela a bruxa – Laoghaire gritou apontando para Claire. – Ela faz isso. Ela lança os feitiços e tudo fica perdido. Ele era meu, então, ela apareceu e o deixou cego. Perceberam como ele caiu quando a viu? Um gigante como James Fraser só cairia se estivesse enfeitiçado. 

– Chega Laoghaire! Eu nunca estive apaixonado por você. Nem mesmo quando eu era só um rapaz  virgem. Você era uma moça bonita que me atraía para os seus beijos. Mesmo agora, eu não queria casar com você. Confesso que fui levado mais pela insistência da minha irmã, por estar muito solitário e principalmente porque me afeiçoei muito pelas meninas e sonhei em ter uma família novamente – Jamie se virou para Claire e olhou diretamente nos olhos dela para continuar falando. – Desde que eu a vi naquela cabana Sassenach e você consertou o meu ombro, depois salvou a minha vida me xingando, brigando como uma leoa com Dougal e tão linda que quase fez o meu coração parar, eu sabia que só poderia ser você… a dona  do meu coração. E o meu  amor sempre pertenceu a você. Só a você, Sassenach – ele terminou emocionado e deixando Claire desconcertada.

– Eu não vou deixar você me abandonar e envergonhar diante de todas essas pessoas James Fraser – Laoghaire gritou chorando de raiva. – Eu exijo que você se case comigo agora e me sustente, e também as minhas filhas. E devemos jogar essa bruxa na fogueira, assim como também as filhas vagabundas dela.

– Igual como você tentou fazer comigo em Cranesmuir, Laoghaire? E quase que eu fui condenada à fogueira, se Jamie não tivesse chegado para me resgatar e Geillis não testemunhasse me inocentando de qualquer crime de bruxaria.

– O quê? – Jamie perguntou chocado.

– Sim foi ela, essa rejeitada e invejosa – Brianna falou mais alto e olhou fixamente com os olhos frios para Laoghaire, fazendo com que ela se encolhesse e ficasse vermelha. – Mamãe é muito boa e nunca contou para você – ela olhou para Jamie rapidamente para logo em seguida voltar o olhar para Laoghaire. – Ela nos disse que achava que Laoghaire fosse só uma menina boba, que era apaixonada por você e invejava o amor de vocês. Mas ela sempre foi má e tramou a prisão de mamãe. Laoghaire soube que Geillis seria presa e julgada por bruxaria, então enviou um bilhete falso de Geillis pedindo cuidados médicos e você sabe que mamãe jamais nega ajuda a quem quer que seja. E assim mamãe foi presa, ficou em um buraco por dois dias, foi açoitada e quase condenada à fogueira. Sem nunca ter feito mal algum, pelo contrário, sempre ajudando as pessoas sempre que podia. Mas ela – Brianna falou mais alto e apontou o dedo para o rosto de Laoghaire. – Ela sim é uma bruxa malvada!

– Isso é verdade Sassenach? – Jamie olhou para Claire e esperou que ela concordasse com a cabeça. – Se eu soubesse disso jamais pensaria em casar ou ter qualquer coisa com ela. Antes eu tinha pena por ela ser uma mulher sozinha que lutava para criar as filhas pequenas, depois de saber o que ela fez… eu não suporto nem olhar e a minha vontade é de jogar ela daqui pra fora. – Jamie falou com raiva.

– Jamie meu amor… escute… eu era só uma criança e agi por ciúmes, nunca quis fazer mal… eu te amo! – Laoghaire falou chorando.

– Ian, por favor, solte ela – Claire falou com firmeza e calma. O tom de comando de Claire era tão imperativo que Ian simplesmente afrouxou as mãos e soltou Laoghaire como se não houvesse outra opção a seguir.

– Laoghaire, eu vou falar uma única vez e espero ser clara – Claire falou calmamente e olhando com os seus olhos de uísque que agora haviam se transformado em olhos de um falcão, pronto para atacar e devorar a sua presa. – Eu a perdoei há muito tempo, eu senti muita raiva de você, mas você simplesmente é assim. Uma garota fútil que virou uma mulher que vejo que continua infantil e fútil. Além de invejosa, mesquinha, recalcada e como minha filha falou uma pessoa má.

– Ora sua bruxa e prostituta… – Laoghaire foi interrompida ao levar um grande tapa no rosto que a fez dar um passo para trás.

– Não vou permitir que volte a me chamar dessa forma. A bruxa aqui é você, e… – Claire deu outro tapa com força marcando a outra face de Laoghaire. – Jamais volte a chamar minhas filhas de vagabundas!

– JamesMichael, me ajudem a levar Laoghaire e as meninas para a carroça. Depois as levem para a casa onde elas iriam morar depois do casamento. – Ian falou aflito e querendo fazer com que a confusão não ficasse maior ainda.

– Ele é meu, ouviu? Ele me deve dinheiro depois de toda a vergonha que me fez passar. Está ouvindo James Fraser? Você me deve! – Os gritos de Laoghaire eram ouvidos enquanto Ian arrastava ela para fora da casa.

– Mamãe você está bem? – Faith perguntou ansiosa.

– Vamos embora meninas e… – Claire sentiu as pernas ficarem fracas e tudo ficar escuro.

– Sassenach! – Jamie segurou Claire desfalecida e a levou no colo até a biblioteca acompanhado por Faith e Brianna que também estavam preocupadas.

Claire logo depois voltou do pequeno desmaio. Muitas emoções, dias viajando e horas sem comer nada devem ter provocado uma queda de pressão. Alguém havia tirado os sapatos dela, ela não sabia quem tinha sido essa boa alma, mas se sentia agradecida por isso.

– Tome Sassenach – Jamie entregou um copo e ela bebeu sentindo o gosto quente e forte do ótimo uísque escocês descendo por sua garganta.

– Mamãe está melhor? – Faith perguntou ansiosa.

– Não foi nada querida… precisamos ir… o cocheiro está nos esperando.

– Pap… – Faith parou envergonhada sem saber direito como chamar Jamie.

– Pa está perfeito – Jamie falou com um grande sorriso para Faith. – É simples.

– Pa já conversou com o cocheiro e o pagou. Brianna está com Jovem Ian guardando as nossas coisas. – Faith respondeu sorrindo para Jamie.

– Eu não quero ficar aqui… Jenny não me quer aqui e você ia casar com aquela mulher horrível, e… 

– Claire nós precisamos conversar. Há muito o que falar e resolver. E eu preciso conhecer as minhas meninas, Sassenach

Eles ouviram uma batida na porta e logo em seguida um rapaz moreno e alto entrou. Era um rapaz esguio e muito bonito que aparentava ter uns 30 anos. Claire olhou para ele e achou que ele parecesse com alguém conhecido, de repente ela notou que o rapaz não tinha uma das mãos e no lugar havia um gancho como de um pirata.

– Pardon – o rapaz falou se dirigindo até Jamie e parando ao ver Claire sentada na poltrona. Ele então ficou branco e correu até onde Claire estava se jogando ao seus pés, enquanto a abraçava e beijava as suas mãos.

– Milady… oh, milady… eu não acreditei, mas é verdade. Um milagre da Virgem Santa. Milady está viva! – Ele falou enquanto chorava emocionado.

– Fergus é você? Oh, meu Deus que homem lindo você se tornou! – Claire o abraçou e o beijou. Depois mais calma segurou o gancho com a mão e olhou com tristeza perguntando sem palavras o que acontecera com ele.

– Não foi nada milady e depois eu conto sobre o encontro que eu tive com um casaca vermelha – ele falou sorrindo com charme.

– Você é Fergus? – Faith perguntou.

– Sim e a senhorita é? – Fergus perguntou enquanto admirava a beleza de Faith.

– Você já esqueceu a sua irmãzinha? 

– Mon dieu! Faith?

Jamie Claire olhavam emocionados Fergus e Faith que abraçados riam e choravam.

– Enfim a nossa família está reunida novamente.

– Há muitas coisas a serem faladas e resolvidas ainda Jamie – Claire falou.

– Teremos tempo e vamos falar tudo – Jamie abraçou Claire e sorriu feliz para ela. – Mas saiba que eu nunca mais vou deixar você partir. Nunca mais serei sozinho novamente porque você voltou, o amor e a minha vida também, Sassenach.

Fanfic | Capítulo 11

Curta nossa página no Facebook, conheça nosso grupo, Apaixonados Por Outlander, siga no Twitter e Instagram. Inscreva-se no nosso canal do Youtube e do Telegram!


3 comentários sobre “Fanfic – Histórias da Colina Fraser – Capítulo 10: Só você, Sassenach.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s