Jamie e Claire rejeitaram sua última chance de criar um filho juntos – Diana Gabaldon explica o porquê

(Starz)

Entre eles, os personagens principais de Outlander, Jamie (Sam Heughan) e Claire Fraser (Caitriona Balfe), ajudaram a criar um bando de crianças – Brianna (Sophie Skelton), Fergus (César Domboy), Marsali (Lauren Lyle) e Young Ian (John Bell) – mas eles nunca criaram um filho juntos. Agora, com o bebê Beardsley, a quem Jamie chama Bonnie, precisando de um lar, eles têm essa oportunidade. E no quarto episódio da quinta temporada, eles decidem se devem criar ou não essa criança juntos.

A autora de Outlander, Diana Gabaldon, falou exclusivamente ao Parade.com sobre a cena em que “Jamie e Claire andam amorosamente no escuro, longe da festa barulhenta de Brownsville, onde o humor muda para uma conversa agridoce, mas não menos amorosa sobre bebês”.

Caitriona Balfe, Sam Heughan (Starz)

Em um momento íntimo durante o episódio mais recente de Outlander, Jamie pergunta: “Você quer a Bonnie? Você quer ficar com ela? Temos uma casa grande. Eu vi você com ela Sassenach. Eu vejo como você ficaria com Bree. Achei que essa seria a última chance de criarmos um bebê juntos.”

Claire é a mais prática entre os dois, dizendo a Jamie que eles podem não ser os melhores pais para Bonnie. Ela diz: “Por favor, saiba que eu te amo ainda mais por querer arriscar. Eu lamento tanto que nunca fomos pais juntos, mas lamentar não é suficiente. Eu amo nossa vida juntos. Acho que não seríamos o melhor lar para ela. “

“Jamie perguntando a Claire se ela quer ficar com Bonnie é o epítome da ternura”, acrescentou Gabaldon. “Isso mostra o arrependimento mútuo de nunca terem sido pais juntos e o desejo dele durante os anos de separação – esperando que o filho tivesse sobrevivido e imaginando Claire como mãe, segurando o bebê … e sabendo que ele nunca veria isso. Claire dá uma resposta bonita e terna: ela compartilha seu arrependimento, mas arrepender não é suficiente. E juntos eles tomam a decisão de dar o bebê a Lucinda, uma jovem mãe que perdeu o próprio bebê ao nascer e tem amor e leite em abundância. ”

Sam Heughan (Starz)

Brianna, é claro, é a única filha biológica sobrevivente de Jamie e Claire. E quando Claire estava grávida dela pouco antes da batalha em Culloden, Jamie se importou o suficiente para enviar Claire de volta pelas das pedras para dar à luz nos tempos mais modernos, onde havia melhores cuidados médicos. Primeiro, ele assumiu que ia morrer na batalha como muitos fizeram; segundo, ele sabia o quão difícil foi a primeira gravidez de Claire com Faith, que morreu ao nascer no segundo romance de Gabaldon, A Libélula no Ambar, e quase custou a vida de Claire.

Então, enquanto Jamie está programado para fazer tudo o que pode pela mulher que ama, ela tem uma atitude muito mais pragmática, tendo realmente criado um bebê desde o nascimento, o que Jamie não teve que fazer.

“Bem, em termos puramente narrativos – como no livro, quero dizer – você não quer um bebê por aí o tempo todo ”, explicou Gabaldon. “Tenho três filhos (atualmente 33, 35 e 37) e dois netos (2 ½ e 6 meses) e tenho lembranças vívidas de como é a vida de um bebê / criança pequena a curta distância. Ou eu teria que pedir a Claire que encontrasse alguém para cuidar da criança o tempo todo – o que a faria parecer não-materna e de coração frio – ou ela teria que parar de ir aos campos de batalha com Jamie. Mas os campos de batalha “são onde as coisas divertidas acontecem”, apontou Gabaldon. “É por isso que A Libelula no Ambar começa 20 anos depois de A Viajante do Tempo – para dar a Brianna tempo para crescer e ser deixada, então não tive que fazer malabarismos com uma criança chorona por capítulos e capítulos. Quero dizer, crianças pequenas não interessam a ninguém, a não ser seus pais ou avós. ” Um bom argumento.

A experiência de Jamie na criação de filhos é com crianças mais velhas, e embora ele tenha dois filhos biológicos, Brianna e William (que ele nunca pode reivindicar, porque se o fizesse custaria a William seu título britânico, Earl of Ellesmere), Jamie nunca deixou a biologia de impedir sua maneira de assumir os deveres de pai, então adotar Bonnie não seria um exagero para ele.

Sam Heughan (Starz)

Ele “adotou” Fergus quando o encontrou furtando em um prostíbulo em Paris, e quando Jamie se casou com Laoghaire (Nell Hudson), tornou-se padrasto de suas duas filhas Marsali e Joan MacKimmie (Layla Burns). Então, quando o jovem Ian se sentiu sufocado em Lallybroch, mudou-se para Edimburgo e Jamie o levou sob sua tutela.

Portanto, mesmo que ele tenha ajudado a criar vários filhos, ele realmente não tem conhecimento do que seria necessário para criar um recém-nascido, que é onde a experiência e a praticidade de Claire entram em cena.

“Agora, em termos do pragmatismo essencial dos personagens (e Claire é essencialmente pragmática), enquanto alguns vislumbres dela com um bebê no joelho seriam adoráveis e comoventes, essas são as notas de graça para a vida, não a melodia ”, Gabaldon explicado. “Ela é inteligente o suficiente para não sacrificar a vida que ela e Jamie têm agora, o que lhes trouxe um amor e união tão ricos, por uma noção de criação de filhos de contos de fadas que ela sabe que não existe”.

Gabaldon continuou: “A saber: se há um bebê pequeno na equação, alguém precisa observá-lo, alimentá-lo e trocar suas fraldas. Constantemente. E se este é o século XVIII, papai não é um Sr. Mãe; ele praticamente precisa estar lavrando os campos, caçando veados e expulsando bandidos, porque ele é muito mais forte do que a mamãe, que por padrão fica presa ao bebê e, portanto, em casa. Não há mais aventuras selvagens, exceto o bebê sendo ameaçado por alguma coisa, e você não pode fazer isso mais de uma ou duas vezes. “

A decisão de Claire de deixar o bebê com Lucinda demonstra o dar e receber que faz o relacionamento do casal funcionar tão bem, apontou Gabaldon. Assim como Jamie assumiu a responsabilidade pela decisão de dar misericórdia a Aaron Beardsley no episódio 3, tomando a decisão das mãos de Claire, ela faz o mesmo por ele recusando gentilmente manter Bonnie.

Fonte: Parade

Original: Paulette Cohn

Curta nossa página no Facebook, conheça nosso grupo, Apaixonados Por Outlander, siga no Twitter e Instagram. Inscreva-se no nosso canal do Youtube e do Telegram!


Um comentário sobre “Jamie e Claire rejeitaram sua última chance de criar um filho juntos – Diana Gabaldon explica o porquê

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s