[Resenha] Outlander 5×09 – Monsters and Heroes

“Se eu estiver morto, ou você, se estamos juntos ou separados, eu sempre vou te amar.” – James Fraser

O nono episódio da quinta temporada foi com certeza o melhor episódio desta temporada e um dos melhores de Outlander. Alternando momentos de humor com outros desesperadores, com os Frasers mais do que nunca atuando como uma família e principalmente com Jamie e Claire mostrando porque eles e o amor atemporal deles faz com que eu continue uma apaixonada por essa saga depois de tantos anos.

Quando Marsali surgiu na terceira temporada de Outlander, era uma jovem apaixonada, voluntariosa, corajosa e que achava que Claire fosse uma bruxa que além de prostituta, havia roubado o grande amor da sua mãe. A relação entre Marsali e Claire já estava muito próxima com Marsali tornando-se a sua ajudante e aprendiz de medicina, mas eu sentia falta do tratamento que Marsali tinha com Claire nos livros. Desde o terceiro livro, Marsali chamava nossa Sassenach por Mamãe Claire, e, foi muito bom ver quando a personagem confessava que estava feliz em contar não só com a presença da médica no momento desse terceiro parto, mas principalmente com a presença da mãe. Ah, que amor e mais amor ainda foi receber a pequena Félicité depois de Marsali e Fergus a trazerem ao mundo já que a grand-mère estava muito ocupada com o grand-père.

Roger e Jamie nos brindaram com momentos maravilhosos durante este episódio, desde a interrupção de Jamie no momento recreativo entre a filha e o genro, pegando Roger literalmente com as calças nas mãos até outros de provocação entre os dois e que renderam momentos mais leves neste episódio que foi marcado por momentos de aflição. Jamie mesmo a contragosto leva Roger para caçar – ele queria contar com a habilidade de Brianna – e começa a surgir finalmente uma aproximação entre eles. Os dois se separam dos demais e Jamie consegue acertar um búfalo, mas durante a empolgação da caça ele não percebe e é picado por uma cobra.

Roger presta os primeiros socorros para a picada de cobra conforme mandava os padrões da sua época e vai atrás dos outros para ajudá-lo com o resgate. Só que Roger não é um homem que saiba andar pelo mato e conforme foi combinado os homens já haviam voltado para Fraser’s Ridge. O estado de Jamie se agrava muito, ele vomita e tem febre. Durante a noite, ele pede que Roger realize o seu desejo de matar Stephen BonnetRoger se nega e fala que é incapaz de tirar outra vida. Jamie conta do plano que tem com Lorde John Grey e fala que conhecendo Bonnet imagina que ele queira Jemmy e declará-lo como filho, porque se tornou herdeiro de Jocasta e naquela tempo todos pensavam que um filho jamais nasceria de estupro, que Roger e Brianna se casaram somente depois de Jemmy  já ter nascido e seria fácil encontrar testemunhas para declararem que Brianna foi de boa vontade se deitar com ele em troca de um anel de prata. Na manhã seguinte, Jamie acorda enquanto é transportado em uma maca improvisada por Roger e mesmo com dor e febre, ele reclama com humor da “cama de Procrustes” – umadivertida alusão ao personagem da mitologia grega que tinha uma cama de ferro de tamanho exato. Procrustes  convidava os viajantes a se deitarem, mas se os hóspedes fossem altos, ele amputava o excesso de comprimento para ajustá-los à cama. Roger responde de forma divertida que sorte dele não ser o “barco de Caronte”, outra referência à mitologia grega e ao mito do barqueiro do inferno.

Neste momento, Jamie ensina a Roger como olhar para os fenômenos da natureza para encontrar o caminho para casa e aproveita para fazer os seus desejos finais porque acha que não vai sobreviver. Pede que ele faça com que Claire volte para o futuro junto com eles porque lá não será seguro sem ele. Pede para falar para Brianna que ele tem orgulho dela e que a sua espada fique para o pequeno Jemmy e que fale para Claire que ele foi sincero. Jamie fica inconsciente e Roger clama a Deus que não faça que seu sogro morra. Seguindo as instruções de JamieRoger segue pelo caminho que leva à Fraser’s Ridge e encontra com o Jovem Ian e Fergus  que estão à procura deles depois de encontrarem o cavalo de Jamie sozinho.

Claire se assusta com o estado de Jamie e pede que todos em Fraser’s Ridge vão em busca das larvas para que elas trabalhem na perna de Jamie. Ela está angustiada porque percebe que só esse tratamento não será capaz de salvar a perna dele e que se ela gangrenar não terá outra opção que a de amputar a perna. Jamie percebe a intenção dela e faz com que ela dê a sua palavra que não vai amputar a perna dele. Depois Claire confessa para Brianna que mesmo dando a penicilina por via oral, ela não tem o mesmo efeito que por via venosa e que se não houver melhora mesmo tendo dado a sua palavra, ela para salvar a vida de Jamie vai vi a perna dele, mas sabe que ele a culpará toda vez que olhar e não ver mais a sua perna e que também ela quebrou a sua palavra com ele.

Jamie pede que Roger com a ajuda do Jovem Ian o leve para o seu quarto. Ele confessa que não quer que Claire corte a sua perna porque não conseguirá viver dessa forma. Ian desabafa e fala que tem vergonha de um dia ter desejado ser filho de Jamie, porque o seu pai Ian e Fergus sempre foram mais corajosos do que ele que só tem orgulho e teimosia. Gostei muito que Ian falasse dessa forma com Jamie. Ele precisava deixar o orgulho e teimosa de lado e lutar pela vida. Afinal, tanto o pai como Fergus aproveitaram a chance que a vida lhes deu e a vivem da melhor forma.

Claire pergunta o que está acontecendo e Roger constrangido depois da conversa entre Jamie e Ian os deixa sozinho. Jamie fala que pediu para ser levado ao quarto para que ela não dormisse no chão do seu consultório e ele quer que ela durma com ele. E é nesse momento que a magia de Outlander acontece. Durante a noite Jamie percebe que está morrendo e chama por Claire. Pede que ela deite e o toque antes que ele adormeça, e, que não o abandone. Claire diz que ela jamais o abandonaria, mas percebe que ele está indo embora. Os seus batimentos estão diminuindo e ele que sempre teve a temperatura do corpo tão alta, está frio. Ela se desespera, tira a roupa e tenta esquentá-lo com o calor do seu corpo. Desesperada chama por ele e o toca intimamente. Buscando que ele a escute e volte para ela e para a vida. Jamie e Claire sempre tiveram a sua conexão sexual entrelaçada com o seu grande amor.  São minutos emocionantes entre Claire e Jamie, que nos lembram que Outlander é sobre o amor, um amor tão especial e grande que supera a tudo e todos. Nada pode separá-los, nem mesmo a morte e é por isso que eu sou tão apaixonada por JamieClaire e por Outlander.

Jamie retira a promessa de Claire e decide que se não houver outra opção que ela pode amputar a perna dele. E Claire quase chega a esse momento se nos últimos minutos da prorrogação, Brianna não surgisse com a sua seringa improvisada feita com a cabeça da cobra que Roger em um momento de inspiração trouxe com ele. Jamie consegue se recuperar e tudo acaba bem. 

Este episódio foi muito bom e despertou em mim sentimentos diversos. Ri com o muitos momentos de humor entre Roger Jamie, e que bom que trouxeram o bom humor do Jamie dos livros para a série. Foi maravilhoso ver a família Fraser unida em busca das nojentas larvas, ou ver MarsaliFergus, Ian, Roger e Brianna se apoiando e apoiando seus pais. Sam Heughan mais uma vez arrasou com a sua interpretação me levando às lágrimas e ao riso em diversos momentos. E Caitriona Balfe nos brindou com sua Claire que dominou o episódio, sendo a mãe orgulhosa da filha que é também uma ótima mãe e parideira, como também da outra filha que descobriu o seu caminho e a sua vocação ao fazer com que a engenheira surgisse mesmo no século 18. Também foi doce e sensata ao ouvir os receios de Brianna e uma leoa ao atirar e matar o monstro que ameaçava  filha e neto. Ela também me levou às lágrimas temendo em perder o seu grande amor, angustiada por ter de amputar a perna dele e com medo de que ele não a perdoasse jamais. O desespero dela ao sentir que estava perdendo o homem da sua vida foi de arrepiar e um dos momentos mais lindos e emocionantes dos dois. Com certeza os dois merecem muito indicações e prêmios.

No final quando Claire confronta Jamie afirmando que ele foi para o quarto para morrer, ele confirma só que no momento que sentiu que ia morrer, ele escolheu ficar. A chamou e pediu para tocá-lo porque sabia que só ela podia trazê-lo de volta. Ela pergunta por que ele quis ficar, ele responde que é porque ela e eles precisam dele. Claire pergunta se não foi por amor e Jamie responde que o amor deles sempre existirá mesmo que a morte venha. E é por isso que leio e vejo Outlander. É por esses personagens, por esse amor e por essa sinceridade que eu sou apaixonada. Porque não há segredos entre eles, tanto que quando Jamie pensava que morreria pediu para Roger dizer à Claire que ele foi sincero. Que lindo e que episódio espetacular, e já sigo com o coração apertado porque só restam três episódios para o final da temporada.

OUT¹: Frases de Outlander – “Apenas um de nós pode ficar assustado por vez. Agora é a minha vez.” – Claire 

“Você diria isso ao meu pai, ou para Fergus? – Jovem Ian

“Eu nunca pensei que veria o dia em que teria vergonha de você, tio.” – Jovem Ian

Você e eu temos pai e tio. Deveríamos estar lá quando ele precisar de nós.” – Fergus

“Eu nunca poderia te abandonar!” – Claire

“Eu sabia que você era a única coisa que me traria de volta.” – Jamie

OUT²: Roger já falou para Jamie que vai com ele para matar Bonnet que quer que ele o ensine a lutar. Eita que essa quarentena está me deixando mais emotiva que o normal e prevejo emoções e sofrimentos à frente. Seria tão bom que tudo terminasse com eles tomando uísque em volta da grande mesa ou então são e salvos fazendo amor com a lareira acesa. Mas aí não seria Outlander e provavelmente eu não gostasse tanto.

OUT³: Os gêmeos Andrew  e Matthew Adair que interpretam o pequeno Jemmy estavam perfeitos neste episódio, desde o momento que Jemmy atrapalha os planos amorosos de Roger, depois repetindo o palavrão que o papai ensinou e aterrorizado com a chegada do búfalo.

Saga Outlander

Curta nossa página no Facebook, conheça nosso grupo, Apaixonados Por Outlander, nos siga no Twitter e Instagram. Inscreva-se no nosso canal do Youtube.


2 comentários sobre “[Resenha] Outlander 5×09 – Monsters and Heroes

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s